Os conflitos de gerações e as suas adaptações no mercado de trabalho

gera_es1

Quando as três gerações (baby boomers, X e Y) se encontram no ambiente de trabalho as diferenças entre elas são evidentes, visto que cada uma apresenta um modelo mental distinto, uma educação e histórias diferentes.

As gerações de acordo com os especialistas era definido como sendo aquela que sucedeu os pais, porém nos últimos tempos e com o avanço da tecnologia contamos com uma aceleração do tempo, do modo de se produzir e concluir as coisas, resultando em um menor intervalo de uma geração para a outra e com isso considera-se uma nova geração a cada 10 anos, ou seja, existem mais pessoas de diferentes gerações convivendo em ambientes como: casa, escola e no mercado de trabalho.

Preparamos as principais diferenças e os acontecimentos que marcaram cada geração:

  •  Geração Baby Boomers: Na metade da década de 40, se encerrou a 2º Guerra Mundial e nos Estados Unidos nasceu uma geração. Com a volta dos soldados, muitas mulheres engravidaram ocasionando o ?boom? de bebês. O termo se estendeu para o Brasil e os baby boomers foram jovens que presenciaram o início da ditadura, a geração da jovem guarda, dos festivais de musicas que ganhavam espaço e eram realizados com o objetivo de expressar a insatisfação a repressão e a censura da ditadura militar.

São os profissionais que buscam construir uma carreira sólida, com fidelidade à empresa, e preocupados com a segurança e em permanecer por muito tempo em uma instituição.

  • Geração X: Na segunda metade dos anos 60 o Brasil vivia o Regime Militar e na década de 70 nosso país estava censurado pela ditadura e nos anos 80 a nação presencia as Diretas Já. A geração X é marcada por acontecimentos políticos e sociais, como por exemplo, impeachment do presidente Fernando Collor de Melo, a queda do muro de Berlim se depara com o aparecimento da AIDS. Passa a ter um maior contato com a tecnologia e paga suas contas com cruzeiro, cruzado e cruzado novo.

São profissionais que trabalham mais para ganhar dinheiro, para ter reservas em momentos de crise, além de se mostrarem apegados a títulos e cargos. Apresentam mais resistência para a tecnologia e não tem tanto entusiasmo em buscar a inovação e estar sempre conectados.

  • Geração Y: A geração que cresce no país que suscita uma democracia e uma economia aberta e nos anos 90 o Brasil adere o plano real. E a internet abre as portas do mundo para a geração Y.

Conhecida como geração da internet, tem a necessidade de uma evolução imediata, o que determina a permanência dos talentos da geração Y é a identificação com os valores da instituição, o desafio e a clareza nas funções desempenhadas e realização pessoal, visto que essa geração tem pressa no reconhecimento.

São profissionais impulsivos, impacientes que querem subir na carreira rapidamente e constantemente sem abrir mão dos desafios.

Uma empresa não pode considerar que apenas uma geração tenha uma voz ativa e julgar que uma outra seja a solução de todos os problemas, pois cada uma apresenta seus valores que somados podem ser de grande apreço para a instituição.

Fonte:UGF