Permita compreender a sua essência!

 

No filme Coach Carter – TREINO PARA A VIDA, conta a história real e inspiradora de um treinador que decide mostrar os diversos aspectos dos valores de uma vida. Ken Carter (Samuel L. Jackson), bem-sucedido proprietário de uma loja de artigos esportivos, aceita ser treinador do time de basquete de sua antiga escola, no subúrbio de uma cidade na Califórnia (EUA). Carter enfrenta tanto a falta de talento dos alunos quanto sua má-educação para torná-los campeões.

 

Para isso, ele logo arma um regime duro de regras escritas, que inclui a forma dos alunos se vestirem até a forma como se respeitam.

 

Este é um filme onde você pode tirar muitas lições de vida. Baseado em fatos reais mostrando a dura vida dos alunos de uma escola pública nos EUA, onde seus alunos não possuem nenhuma perspectiva de vida, o que vislumbram no futuro é trabalhar como “peão”, cair nas garras do crime organizado, engravidar cedo e não ter acesso ao ensino superior.

 

Segue uma citação do filme que é muito reflexivo (…..) Nosso maior medo , não é sermos inadequados, nossos maiores medos são os de sermos poderosos além da conta, e nossa luz e não nossa obscuridade que mais nos apavora, ser pequeno não serve ao mundo, não há nada  de sábio em se encolher para que as outras pessoas não se sintam inseguros ao seu redor, todos nós fomos feitos para brilhar como as crianças.

 

Não está apenas em alguns de nós, está em todos e na medida em que deixamos nossa luz brilhar, inconscientemente damos as pessoas à permissão para fazer o mesmo na medida em que nos libertamos de nosso medo, nossa presença automaticamente libera os outros (…..)

 

De todos os pensamentos negativos o mais comum é: “não sou bastante bom” ou “não sou capaz”. Às vezes isso se dá por falta de amor-próprio e baixa autoestima, ou algum tipo de culpa. O importante é aprendermos – ou reaprendermos – a amar a nós próprios.

 

Gostar de si mesmo e ter consciência da auto aceitação são as chaves para as mudanças positivas em todas as áreas de nossa vida.

 

Parte da autoaceitação é se libertar da necessidade da aprovação e da opinião dos outros. Muitas das coisas que acreditamos sobre nós mesmos não têm o menor fundamento.

 

Às vezes nos recusamos a investir esforços na criação de uma vida melhor porque não acreditamos que merecemos.
Aceite o que é bom, quer você agora considere que mereça ou não.